• Hot

Atenção: Contém material impróprio para menores de 18 anos. A autora não se responsabiliza por nenhum dano que a leitura possa causar. Nem mesmo o blog, ou quaisquer participante dele. Como individuo a escolha de continuar a leitura é apenas de responsabilidade sua.

Eu e Liam somos amigos desde os oito anos do garoto. Eu ainda morava em Wolverhampton, mesmo Liam oferecendo uma casa pra que eu morasse em Londres. Ele falava que precisava da melhor amiga mais perto. Principalmente agora que estava separado na namorada que tanto dizia amar. Mas eu teimava em recusar, fazia uma viagem por mês para encontra-lo e costumava ficar um final de semana, hospedada em hotel. Não queria ficar na casa dele e acabar encontrando a namorada dele de calcinha e camiseta. Ou acabar ouvindo o que não devia à noite.

Entretanto, dessa vez eu ia ficar lá, na casa de Liam. Fazia uns sei lá, dois meses que ele estava “solteiro”, então não corria o risco de esbarrar na namorada dele. Mas havia o risco de encontrar alguma groupie seminua por lá. Liam garantiu que não era esse tipo de garoto, antes eu aceitaria de boa, eu confiava no Liam. Eu sabia que ele não era esse tipo de garoto, mas vai que ele mudou com essa fama toda?

Apertei a campainha da casa dele. E um Liam sonolento e de cueca samba canção abriu a porta. Olhou surpreso pra mim, piscando muitas vezes.

– Estou sonhando? Ou minha melhor amiga está realmente na minha porta? – ele me abraçou bem forte.

– Estou aqui sim Liam, agora me solta que estou sufocando. – disse contra seu peito.

Ele me soltou e me puxou pra sala, me empurrou no sofá e saiu falando apressadamente em direção a cozinha. Eu apenas ri.

Ele voltou de lá com um pote de biscoitos de chocolate e uma garrafa de Coca-Cola. Sem copos, não tínhamos nojo um do outro. Sentou-se do meu lado e começamos a conversar, colocando as novidades em dia. O tempo foi passando até que Liam disse que ainda estava com sono. Ele queria dormir, e, me arrastou – novamente – pela casa. Levando-me até o quarto dele, onde ele se deitou e pediu que eu fizesse cafuné até ele dormir. E eu me sentei ao lado dele e fiquei fazendo os carinhos. Ele dormiu e eu também.

Acordei com beijos no meu pescoço, o que foi realmente estranho. Muito estanho.Abri os olhos e vi Liam sorrindo pra mim.

– Sempre quis tentar isso. – e me beijou, fui pega de surpresa e acabei retribuindo.

– O que foi isso? – disse após o beijo. Eu não estava arrependida, eu estava era é feliz!

- A culpa não é minha se você continua a mesma gostosa de sempre. - ele riu. Aquilo foi realmente engraçado, eu nunca imaginei que Liam falasse ‘gostosa’.

Liam passou a mão pela minha bunda, parando para apertar com força. Ele continuou o caminho passando as mãos pelas coxas e parou, apertando elas com mais força. O corpo de Liam estava deitado sobre o meu, empurrei ele de leve, eu queria ficar sobre o corpo dele, agora.

Recomeçamos os beijos. Dessa vez com mais paixão, porém selvagens e cheios de segundas, terceiras, quartas, quintas e sextas intenções. Subi em cima dele, passando as mãos desde as coxas até o abdômen. E que abdômen em? Anos de boxe, corrida e academia deixaram aquele menino fofinho nessa gostosura…

Continuamos se beijando até que Liam partiu o beijo para tirar a minha camiseta, revelando meu sutiã azul turquesa nem um pouco sexy. Liam ficou me encarando com cara de bobo até que eu voltei a beija-lo. Ele se sentou, ainda comigo no colo. Liam levou uma das mãos para as minhas costas, enquanto a outra se ocupava em apertar os meus seios, fazendo com que alguns gemidos escapassem da minha boca. Ele trilhou um caminho de pequenos beijos da minha boca até o colo, passando pelo queixo e, principalmente, pelo pescoço. Lá ele deixou vários chupões, ciente de que alguns virariam marcas escuras no outro dia, e ficou orgulhoso de si mesmo. Enquanto marcava o meu pescoço com chupões e leves mordidas, ele puxou  levemente os meus cabelos, para lhe dar mais espaço no pescoço, o que fiz de bom grado. Apertou-me mais contra si mesmo, tentando eliminar todo e qualquer espaço existente entre nós, mas ainda tinha um problema: eu usava mais roupas do que ele.

Liam virou-me ficando por cima. Continuando com os beijos e chupões no pescoço, descendo-os para o colo e, por fim, tirou o meu sutiã. Imediatamente começou a chupar os meus seios, fazendo-me gemer mais alto. Enquanto no seio direito intercalava chupadas, mordidas e lambidas, no esquerdo ele usava uma das mãos para massagear. Liam parou o que estava fazendo e fitou meu rosto, dando um sorriso malicioso. Então começou a fazer uma trilha de selinhos na minha barriga, descendo até o cós da minha calça. Tirou a calça junto com a calcinha, começando a fazer movimentos circulares com o dedo no meu clitóris, ao mesmo tempo em que passava a língua por entre os meus grandes lábios. Levei minhas mãos até os cabelos dele, bagunçando e dando leves puxões. Liam diminuiu a velocidade, me fazendo gemer o nome dele. Depois de alguns minutos assim, eu já me contorcia de prazer e pedia por mais. Quando percebi que já estava chegando lá, apertei os ombros dele com força, ele parou. Pa-rou. E riu! Riu de mim!

Não aguentei e o puxei pra cima de mim, roube um selinho e o joguei na cama, ficando por cima dele. Apoiei minha perna uma de cada lado do corpo dele. Distribui chupões leves em seu pescoço, e então comecei a dar vários selinhos, descendo, fazendo uma trilha até a cueca dele. Parei e vi Liam de olhos fechados, já imaginando o que aconteceria. Dei uma risada baixinha e tirei logo aquele pano. Subi minhas mãos pelas coxas internas, o arranhando durante o percurso. Posicionei minha mão na base do membro dele e comecei a movimentar pra cima e pra baixo, pra cima e pra baixo… Quando ouvi ele gemer meu nome, aproximei minha boca da glande, soprando um pouco. Então a coloquei na boca. Comecei a movimentar a cabeça de acordo com a mão, eu trabalhava em conjunto. Comecei a dar mais velocidade, como recompensa eu ouvi Liam gemer meu nome cada vez mais. Quando senti que ele já estava quase lá. Parei, Liam me olhou com uma expressão feroz, eu só consegui rir.

Liam me envolveu nos braços, me forçando a deitar na cama. Os meus seios estavam quase sendo esmagados pelo peso do Liam, que procurava algo na gaveta. Uma camisinha. Após ele coloca-la me penetrou com força, me fazendo parar de rir. Os movimentos eram fortes e lentos, me fazendo rebolar no mesmo ritmo. Depois de um tempo fechei os olhos, me entregando ao momento. Gemíamos cada vez mais alto, mas não conseguíamos parar. Liam acelerou os movimentos, começando a gemer mais alto – se é que era possível. Eu via o nosso ápice chegar. Chegaríamos lá junto…

Então algo estranho aconteceu, eu comecei a ouvir uma voz feminina e senti cutucões no meu braço.

– Senhorita, senhorita – me forcei à abrir os olhos. E vi uma senhora de aparentes 70 anos me encarando. – Já chegamos a Londres.

E tudo não tinha passado de um sonho erótico com meu melhor amigo.

——-

Meu primeiro imagine hot escrito e o meu preferido para ler.

Escrito por: Meeg Lima 

Achou algum erro? Me informe através do Twitter ou por aqui.

Postado em: 27.02.2014 · 9 notas · Reblog · Like
27, Fevereiro de 2014
notes: 9
  1. kalishselina43b9a reblogou esta postagem de 1dpreferences-br
  2. testedameg reblogou esta postagem de 1dpreferences-br e acrescentou:
    Hot Atenção: Contém material impróprio para menores de 18 anos. A autora não se responsabiliza por nenhum dano que a...
  3. 1dpreferences-br publicou esta postagem